11/03/13

Minha Mamãe e Eu


Queridos seguidores do Blog,
Hoje estou compartilhando com vocês um presente que recebi da minha mãe.
Eu peço pra ela dar uma olhada nos textos que eu escrevo afim de melhorar e corrigir. Da ultima vez em contrapartida ela me mandou um texto seu para que eu lesse, o que me deixou muito emocionada.
Me motiva compartilha-lo para podermos ter uma visão a longo prazo do investimento que fazemos em nossas relações familiares a cada dia.
Aproveitem para saborea-lo tendo a certeza de que são sentimentos de toda mãe e que por isso é também uma carta à você que recebe a vida que lhe foi dada com toda graça e busca honra-la, fazendo-a prosperar com consciencia, saúde, alegria e sucesso!
DUAS MULHERES...
HÁ QUASE 33 ANOS ATRÁS DEUS RESOLVEU FAZER MAIS UM MILAGRE. PARECIA APENAS MAIS UM DE TODOS OS QUE ELE NOS CONCEDE A CADA SEGUNDO DO NOSSO DIA, MAS ESTE ERA ESPECIAL, POIS FOI FEITO ESPECIALMENTE PARA MIM.
RECEBI EM MEUS BRAÇOS UMA MENINA.  EU TAMBÉM ERA UMA!  MAS AGORA QUERIA ME TORNAR UMA MULHER, POIS DEUS HAVIA ME DADO A GRAÇA DE SER MÃE.
NUM PRIMEIRO MOMENTO NÃO SABIA MUITO BEM O QUE FAZER, PENSEI COMIGO: “E AGORA? COMO VOU ME SAIR DESSA? COMO? COM MINHA VIDA TRANSFORMADA TÃO REPENTINAMENTE EU VOU CONSEGUIR ME SAIR BEM? TANTAS COISAS QUE AINDA NEM CONHEÇO?”.
 COMO EM TODO MILAGRE DIVINO ESTA MENININHA FOI CRESCENDO E EM SEUS GESTOS, SEU CAMBALEAR, SUAS PRIMEIRAS PALAVRAS, SUAS MÃOZINHAS PROCURADO AS MINHAS SEUS SORRISOS E SUA IMENSURÁVEL ALEGRIA (SIM ELA ERA IMENSAMENTE ALEGRE E NOS CATIVAVA A TODOS) FOI DESPERTANDO O MEU CORAÇÃO QUE COMEÇOU A PERCEBER TUDO AQUILO QUE DESEJAVAPARA ELA.
ÀS VEZES TUDO PARECIA SOMBRIO. PARECIA QUE A MELHOR SAÍDA ERA DESISTIR, ME CONSIDERAR INCAPAZ DE MERECER ESTE MILAGRE DE  DEUS, ENTÃO MAIS UMA VEZ, MEU CORAÇÃO OLHAVA AQUELA MENININHA QUE DORMIA  SENTINDO-SE  SEGURA E AMADA E TUDO FICAVA COMO NUM DIA DE SOL.
EU ME PERGUNTAVA COMO ELA SERIA QUANDO CRESCESSE E A ÚNICA RESPOSTA QUE TINHA ERA: CUIDE DELA COM TODO O TEU AMOR, ISSO GARANTE TUDO (E CERTAMENTE ESSE ERA MAIS UM MILAGRE).
NOUTRAS HORAS O CANSAÇO ME RONDAVA E ME CONVENCIA QUE ESTA ESCOLHA, DE ACEITAR ESTA DÁDIVA, ERA MUITO PENOSA. EU AINDA TINHA TANTAS COISAS A FAZER E AQUELA MENININHA NÃO PODERIA ME ACOMPANHAR, AFINAL EU TAMBÉM AINDA ERA UMA MENINA, E NOVAMENTE MEU CORAÇÃO FALAVA: O ENGANO ESTÁ EM NÃO ACEITAR O MILAGRE, É ESTA MENININHA QUE ESTÁ TE TRANSFORMANDO NUMA MULHER. E ESSA VOZ DIVINA VINDA DIRETO DO MEU CORAÇÃO ME DAVA NOVAMENTE A DIREÇÃO QUE PRECISAVA.
ESTE AMOR QUE TOMOU CONTA DE MIM E ME TRANSFORMOU EM MULHER, FOI A ESCOLHA MAIS CERTA QUE FIZ EM TODA A MINHA VIDA. TER CONTROLADO MEUS DESEJOS, RETARDADO CRONOLÓGICAMENTE MEUS SONHOS, EDUCADO MEUS PENSAMENTOS FOI APRENDER COM A VIDA E COM MINHA ESCOLHA DE SER MÃE, QUE UM FILHO É O QUE TEMOS DE MAIS SAGRADO E QUE O AMOR, O TEMPO, A ATENÇÃO QUE LHES DEDICAMOS É A ÚNICA CONSTRUÇÃO REAL DA QUAL DESFRUTAREMOS PELO RESTO DE NOSSOS DIAS.


HOJE MINHA MENININHA É UMA MULHER E EU UMA MÃE FELIZ E RELIZADA COM O MILAGRE COM QUE DEUS ME PRESENTEOU

04/03/13

TPM - Tempo para meditar


Há um mês terminei um curso de programação neurolinguística e mesmo sabendo que não é milagre, sai de lá me sentindo um pouco mais a pessoa que eu quero ser, pensei que muitas coisas haviam sido definitivamente superadas... eis que me vem uma prova.
Um mês depois, como todo ciclo, bem redondo, começo a me sentir aquele desastre, aquela megera que tinha ficado para trás há um mês. Então pensei... não é possível! Tenho certeza que aprendi alguma coisa! Estar de TPM é uma crença! Não quero mais acreditar nisso!
Mesmo tomando essa decisão, era como caminhar sem rumo... o que eu poderia colocar no lugar de algo que acompanhou a mim e varias gerações durante tanto tempo? As sensações físicas realmente me mostraram que eu não havia me libertado. Vontade de chorar, de ficar bem quietinha deitada no sofá, tomar meu leitinho com chocolate, ser lembrada pelas amigas... Então decidi me entregar a estas sensações e tentar entender o que elas me trariam de presente.
da pagina do facebook Om Shanti
Assim como uma grande conspiração, hoje em meio ao reboliço do dia eu recebo o meu presente: TPM – Tempo para meditar!
Quanto sentido esta frase tão obvia me trouxe!
E por tê-la tomado tão beneficamente, senti vontade de compartilhar, principalmente com aquele que sente comigo este estado: meu querido marido. E é claro que toda boa ação é recompensada, os presentes continuaram e em nossa conversa ele trouxe a reflexão do que havia ouvido falar e do que percebia em seu ambiente de trabalho.
E aliando-se ao entendimento de que realmente o corpo pede uma pausa para meditar, quando nós mulheres, convivemos e nossos ciclos se organizam e passamos a ovular e menstruar em datas muito próximas, esta pausa e esta meditação podem ser experimentadas coletivamente.
Era assim antigamente. Soube que as indias ficavam em tendas, só na presença de outras mulheres. Provavelmente era a época da caça, onde os homens saiam. Ou da colheita, pois são ciclos lunares na natureza. E fico aqui imaginando a legitimidade como se reverenciava a grande sabedoria. Os homens respeitam também os ciclos e retornam, com sua caça, sua pesca enquanto as mulheres daquele lugar se entregaram ao seu próprio corpo e a sua própria natureza, uma amparando a outra.
Isso tudo me faz pensar o quanto vivemos isoladas em nossos momentos de vida. Achei que isso era mais aparente quando ganhavamos bebê, quando nos sentimos meio esquecidas com pouco convívio social, enquanto passamos horas sentadas amamentando. Mas isso acontece todo mês!
Que lindo e de quanta ajuda devem ser estes grupos de mulheres que se reúnem para cultuar os ciclos, a lua, o feminino.
Vejo o quanto foi produtivo pra mim, refletir sobre isso e quantas oportunidades meu próprio corpo me proporcionou e que realmente estou me tornando a cada oportunidade mais semelhante à pessoa que eu desejo ser. É como aprender a respirar a vida, aceitando seus momentos de inspiração e expiração...